PNAD Contínua

A taxa de desocupação foi de 11,2% no trimestre finalizado em janeiro. Melhor que no trimestre anterior, que foi de 12,1%, e que o mesmo trimestre do ano anterior, que foi de de 14,5%. A população desocupada, de 12,0 milhões de pessoas, recuou 6,6% frente ao trimestre anterior e 18,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, que era de 14,7 milhões de pessoas.

O Contingente de pessoas ocupadas foi estimado em aproximadamente 95,4 milhões, com alta de 1,6% ante o trimestre anterior e de 9,4% ante o mesmo período de 2021.

A Taxa de subutilização foi de 23,9%, abaixo do trimestre anterior, com 25,7%, e do trimestre do ano anterior, com 29,0%. A População subutilizada teve queda de 7,2% frente ao trimestre anterior e de 15,5% na comparação anual.

A População desalentada, de aproximadamente 4,8 milhões de pessoas, teve redução de 6,3% em relação ao trimestre anterior e de 18,7% na comparação anual.

O número de Empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado foi de 34,6 milhões de pessoas, subindo 2,0% frente ao trimestre anterior e 9,3% na comparação anual.

O número de Empregados sem carteira assinada no setor privado foi de 12,4 milhões de pessoas, subiu 3,6% em relação ao trimestre anterior e 19,8% no ano.

O número de Trabalhadores por conta própria, de 25,6 milhões de pessoas, ficou estável na comparação com o trimestre anterior, mas subiu 10,3% no ano.

O número de Trabalhadores domésticos, de 5,6 milhões de pessoas, apresentou estabilidade no confronto com o trimestre anterior, mas subiu 19,9% no ano.

A pesquisa foi realizada e divulgada pelo IBGE.

Publicado por Panizo

Estudioso do Mercado Financeiro e Investimentos. Em curso de Assessor Autônomo de Investimentos.

%d blogueiros gostam disto: