Serviços

Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE, o setor de serviços cresceu 1,2% de abril para maio e superou, pela segunda vez este ano, o nível em que se encontrava antes da pandemia. Com dois meses seguidos de resultados positivos, o setor acumulou alta de 2,5% e dá sinais de aquecimento na maior parte das atividades. No ano, o setor acumula alta de 7,3% e nos últimos 12 meses registra queda de -2,2%.

Das cinco atividades pesquisadas, três tiveram crescimento em maio. Destaques para os serviços prestados às famílias, com alta de 17,9%, e o segmento de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio, com +3,7%.

Na comparação com maio de 2020, o volume de serviços teve crescimento de 23,0%, terceira taxa positiva seguida e a mais intensa da série histórica iniciada em janeiro de 2012. O crescimento foi verificado em todas as atividades.

Publicado por Luis Panizo

Estudioso em investimentos gerais e economia.

%d blogueiros gostam disto: