IPC-S

Segundo pesquisa da FGV, o IPC-S da terceira quadrissemana de junho variou +0,57% e acumula alta de 8,22% nos últimos 12 meses.

6 das 8 classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu da Habitação, de 1,34% para 1,04%. Nesta classe de despesa, destaque para aa Tarifa de Eletricidade Residencial, que passou de 4,10% para 3,03%.

Também registraram decréscimo os Transportes, de 1,70% para 1,44%, Alimentação, de 0,39% para 0,31%, Vestuário, de 0,69% para 0,48%, Saúde e Cuidados Pessoais, de 0,21% para 0,11%, e Comunicação, que passou de 0,04% para -0,04%. Destaques para Gasolina, de 3,28% para 2,73%, Hortaliças e Legumes, de -2,30% para -4,56%, Roupas Femininas, de 0,72% para 0,33%, Medicamentos em geral, de 0,94% para 0,56%, e Serviços de Streaming, que passou de 1,64% para 0,30%.

Mas, apresentaram alta em suas taxas de variação, Educação, Leitura e Recreação, de -0,82% para -0,65%, e Despesas Diversas, de 0,27% para 0,29%. Destaques para Passagens Aéreas, de -8,74% para -6,72%, e Tarifas Postais, que passou de 1,29% para 1,89%.

Publicado por Luis Panizo

Estudioso em investimentos gerais e economia.

%d blogueiros gostam disto: