Confiança da Indústria

O Índice de Confiança da Indústria da FGV subiu 0,7 ponto neste mês, agora em 104,2 pontos, recuperando a queda do mês de abril.

As principais influências foram a melhora das expectativas para os próximos meses, mas a percepção das empresas sobre a situação atual continua piorando para 12 dos 19 segmentos que compõe a pesquisa. Efeitos da desvalorização do real e da escassez de insumos. Mas, o avanço da vacinação e a recuperação de economias externas, ampliando as exportações, tendem a contribuir com a melhora das expectativas para o próximo semestre.

O Índice de Expectativas subiu 2,1 pontos, agora em 99 pontos. A produção prevista para os próximos 3 meses foi o que mais contribuiu para o aumento confiança em maio, subindo 6,5 pontos. Os indicadores de emprego previsto para os próximos 3 meses e tendência dos negócios para os próximos 6 meses variaram 0,1 e -0,6 ponto, respectivamente.

E o Índice Situação Atual cai 0,5 ponto, em 109,5 pontos. O indicador que mede o nível dos estoques recuou 0,3 ponto, enquanto a situação corrente dos negócios variou 0,3 ponto.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada subiu 1,1 ponto percentual, para 77,8%.

Publicado por Luis Panizo

Estudioso em investimentos gerais e economia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: