IPCA-15

Segundo o IBGE, o IPCA-15, Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15, foi de 0,44% em maio, abaixo da taxa de abril, que havia sido de 0,60%. Maior alta para o mês de maio desde 2016. No ano, a alta foi de 3,27%. Em maio de 2020, a taxa havia sido -0,59%.

8 dos 9 grupos de produtos e serviços pesquisados apresentaram alta em maio. As maiores foram de Vestuário, com 1,42%, e Saúde e cuidados pessoais, com 1,23%. O único em baixa foi o de Transportes, com -0,23%. A deflação do grupo dos Transportes foi causada, principalmente, pela queda de 28,85% nos preços das passagens aéreas, que recuaram em todas as áreas pesquisadas.

Para o cálculo do IPCA-15, os preços foram coletados entre 14 de abril a 13 de maio de 2021 e comparados com os de 16 de março a 13 de abril de 2021. Refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

Publicado por Luis Panizo

Estudioso em investimentos gerais e economia.

%d blogueiros gostam disto: