PNAD

A PNAD Contínua, divulgada hoje pelo IBGE, mostra um infeliz recorde da série histórica, com a população desocupada do Brasil somando 14,4 milhões de pessoas.

A avaliação é do trimestre dezembro a fevereiro e indica um crescimento de 2,9%, mais 400 mil pessoas desocupadas, ante o trimestre de setembro a novembro de 2020, que mostrava 14 milhões de pessoas, e subindo 16,9%, mais 2,1 milhões de pessoas, frente ao mesmo trimestre de 2020, que teve 12,3 milhões de pessoas.

A população ocupada foi de 85,9 milhões. Ficou estável em relação ao trimestre anterior e caiu 8,3%, menos 7,8 milhões de pessoas, frente ao mesmo trimestre de 2020.

A chamada população desalentada, também recorde da série histórica com 6 milhões de pessoas, ficou estável frente ao trimestre anterior e cresceu 26,8% ante o mesmo período de 2020.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado foi de 29,7 milhões de pessoas. Estável frente ao trimestre anterior e queda de 11,7%, menos 3,9 milhões de pessoas, frente ao mesmo período de 2020. 

O número de empregados sem carteira assinada no setor privado foi de 9,8 milhões de pessoas. Ficou estável em relação ao trimestre anterior e reduziu 15,9%, menos 1,8 milhão de pessoas, frente ao mesmo período de 2020.

Publicado por Panizo

Estudioso do Mercado Financeiro e Investimentos. Em curso de Assessor Autônomo de Investimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: