Ai, meus ovos!!!

Você já deve ter ouvido a famosa frase “Não coloque todos os ovos na mesma cesta”. Pois, se a cesta cair, todos podem quebrar.
Quando falamos de investimentos, a palavra que tem significado semelhante é “Diversificação”. Pois se você colocar todas suas economias num único tipo de investimento e ele não der certo, ou pior, como o ovo quebrar, você pode ter perdido tudo ou quase.

A diversificação de investimentos é uma estratégia básica de diluição de risco. Ela consiste em dividir seu dinheiro, ou patrimônio, em diferentes tipos de aplicações financeiras, de modo que o desempenho negativo de uma não signifique perdas muito grandes ou totais ao investidor.

Todo investimento tem riscos. Alguns mais, outros menos, mas todos tem algum risco. Então imagine você colocando todo seu dinheiro em ações de uma determinada empresa porque ouviu que a Bolsa está subindo muito e que aquela empresa está “bombando” e, de repente, vem uma notícia de que os diretores daquela empresa estavam envolvidos em esquemas fraudulentos. Pronto, no dia seguinte o preço das ações cai mais de 30% e seu patrimônio junto.
Para não passar a ideia de que ações é o mais perigoso, imagine agora que você aplicou em um CDB, Certificado de Depósito Bancário, de um banco pequeno, pois pagava mais que os outros. E claro, te disseram que Renda Fixa não tem risco e boom… o banco em questão fecha e pede falência. Desespero.

Entendeu? Até o Mercado de Renda Fixa já avalia que o banco menor tem risco maior e, portanto, deve pagar mais para o investidor.

Por isso, se você diversificar ou dividir seu dinheiro ou patrimônio entre alguns ou vários tipos ou classes de investimentos, seu risco de perdas grandes ou totais já estão reduzidas a quase zero.

Alguns dizem para fazer a diversificação entre tipos de investimentos diferentes. Mas eu acrescento que você também deve dividir por tempo ou prazos de vencimentos.

Imaginando que você tem suas contas em dia e bem analisadas, veja quanto você gasta por mês. Pegue a soma de 3 a 6 meses de gastos, separe e coloque num investimento de Renda Fixa com vencimento rápido (D+1, dia seguinte), para qualquer emergência você ter garantido aquele valor. Vamos chamar de “Fundo de Emergência”. Grande parte dos investidores colocam seu Fundo de Emergência no Tesouro Selic, que tem vencimento D+1 e rende 100% da taxa Selic mais alguns décimos. Investimento em Tesouro Direto é o mais seguro, mas paga IR, Imposto de Renda, pela tabela regressiva.

Depois de separar seu Fundo de Emergência, se você tiver mais dinheiro para investir, você pode colocar em outros tipos de Renda Fixa diferentes, como LCI, LCA e Debêntures Incentivadas, que possam ter rendimento maior, são isentas de Imposto de Renda. E até, talvez, correr um risco maior em Renda Variável, como Ações e Fundos Imobiliários, para poder ganhar ainda mais ou não, pois como o nome diz, é variável.

Assim, você teria dividido seus investimentos em tipos ou classes diferentes. Se um perder, outro compensará e talvez mais ainda. E divide por prazo de vencimento. No exemplo, vencimento D+1, outros podem ser 30, 60, 90 ou mais dias ou anos, até ações, que você pode ter até valorizar em patamares que considere muito bom, ou por muito tempo, sendo sócio de uma empresa lucrativa, que, depois de momentos turbulentos da economia, ela volta a valorizar porque ela dá lucro, até dividendos e bonificações aos sócios.

Outros, que vem o Brasil como país de alto risco, investem em moedas fortes, como o Dólar, e até em ações de empresas estrangeiras.

Tem alguns estudiosos que recomendam que o peso ou percentual em cada tipo de investimento deva ser conforme a idade do investidor. Em parâmetros de risco maior para quem tem menos idade e tenha mais tempo para se reerguer, recuperar, se der muito errado.
Por exemplo, o investidor de vinte e poucos anos poderia por um percentual maior de seu dinheiro em Renda Variável e menor em Renda Fixa, para poder com risco maior ganhar mais. E o investidor de mais de sessenta, setenta anos, deve colocar a maior parte em Renda Fixa e menor no risco da Variável. Mas eu acho que, como Einstein dizia, tudo é relativo.

Mas você vai dizer que isto tudo é para muito ricos e milionários. Eu afirmo que você pode começar a investir com vinte a trinta reais e, cada mês que conseguir sobrar mais, investe mais e em tipos diferentes, ou naquele que rendeu mais, ou para equilibrar o percentual citado acima. Claro que investindo pouco, você ganha um percentual de pouco. Investindo muito, ganhará um percentual de muito. Investindo no ativo certo e no momento certo, poderá ganhar ainda mais. Quanto mais cedo começar, provavelmente conseguirá guardar mais para o futuro.

Não. Não estou dizendo que vai ficar milionário, como muitos tentam vender cursos mágicos. Estou dizendo, por exemplo, se você tivesse investido cinquenta ou cem reais comprando uma ou duas ações da Vale em outubro de 2020 (preço próximo de R$ 55,00/ação), teria ganho mais de 80% até a última sexta-feira (fechou em R$ 107,99/ação). Considerando que tivesse investido numa corretora que não cobra corretagem.
Claro que, se você perder momentaneamente parte dos seus cem reais, não vai doer tanto. E ganhar 78% destes mesmos cem reais não te deixam rico, mas, com certeza, teria mais lucro do que em outros tipos de investimento.

Gostou das dicas? Compartilhe com seus familiares e amigos. Se inscreva para ser avisado das próximas.
Tem alguma dúvida ou comentário? Envie-nos por e-mail, nas redes sociais ou no formulário de contato.

Publicado por Panizo

Estudioso do Mercado Financeiro e Investimentos. Em curso de Assessor Autônomo de Investimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: